segunda-feira, 8 de julho de 2013

À meia luz

sentado no canto
na mesa mais distante
sou meio sério.

estou meio pálido
bebo sem gelo
puro
em doses pequenas -

fico meio embriagado.

o lugar esta vazio
meu carrasco
aguarda o sinal da próxima dose

me sinto meio sozinho
o jazz toca compassado -

à meia luz

dentro de um casaco
bem alinhado e engomado
pareço forte
mas estou acabado.

completamente acabado.
à meia luz de um bar.

Renan M. Duarte

Nenhum comentário:

Postar um comentário